Risco cardiovascular: cardio risk

DESCRIÇÃO: 

  • O perfil genético CardioScore possibilita a reclassificação dos pacientes com risco cardiovascular baixo e moderado, determinando o risco cardiovascular real.
  • Os fatores de risco cardiovascular classificam-se em modificáveis e não modificáveis. Dentre esses últimos se englobam os fatores de risco genético. A presença de fatores não modificáveis implica que os objetivos terapêuticos sobre os fatores modificáveis devem ser mais exigentes.
  • O fato de mais da metade dos eventos cardiovasculares ocorrerem em pacientes classificados como risco baixo ou moderado significa que as funções atuais de estimativa do risco cardiovascular não são de todo eficazes.
  • A incorporação dos fatores genéticos nos algoritmos do risco possibilita a estratificação do risco cardiovascular de forma mais precisa e específica, identificando os pacientes que necessitam objetivos terapêuticos mais estritos. Esta melhora da classificação do risco é especialmente importante na população de risco coronário moderado. 

INDICAÇÕES:

  • Pacientes em tratamento (risco cardiovascular alto)
  • Pacientes com risco cardiovascular moderado
  • Pacientes com risco cardiovascular baixo

BENEFÍCIOS:

  • O perfil genético CardioScore possibilita a reclassificação dos pacientes com risco cardiovascular baixo e moderado, determinando o risco cardiovascular real. 

LAUDO: 

35 dias

Você também poderá gostar:

Translate »